FaceBook

Ter um carro com ar condicionado é uma comodidade incomparável, não é? Vale muito a pena pagar a mais para ter este item no seu veículo, mas é preciso ficar atento.

Como todo equipamento elétrico, o ar também pode apresentar falhas e o usuário precisa estar em alerta para reconhecer que é hora de fazer alguns ajustes no sistema.

Formado pelo condensador, filtro secador, termostato, evaporador e compressor, o sistema de ar condicionado em veículos oferece ar quente ou frio, dependendo do modelo, e traz conforto e segurança para os passageiros.

Mas ao longo do tempo, alguns problemas podem surgir no equipamento, obrigando o cliente a procurar por ajuda técnica.

Os cinco defeitos mais comuns em ar condicionado automotivo

1- Fusível do compressor queimado – Esse problema impede que o ar condicionado seja ligado e para corrigir este erro, é essencial fazer a troca do fusível.

2- Defeito no compressor – Responsável pelas funções de aquecer e refrigerar, o compressor é importante para manter a climatização no veículo. Se ele queimar ou tiver algum dano, será necessário fazer a troca do equipamento.

3- Vazamento de gás refrigerante – Este problema faz o equipamento deixar de funcionar por conta da perda do gás. Só um profissional poderá te ajudar a resolver este defeito.

4- Ventoinha do condensador com defeito – Nesses casos você percebe que o carro não está climatizado como deveria e a melhor alternativa para este problema é procurar uma oficina mecânica.

5- Correia do compressor com defeito – Se o ar condicionado não estiver funcionando com eficiência, pode ser problema na correia do compressor e você precisará da ajuda de um profissional para reparar e deixar o sistema de refrigeração em perfeito estado.

Como posso evitar esses defeitos

Há muitos defeitos no sistema de ar condicionado automotivo que aparecem pelo desgaste natural das peças de engrenagem. Para evitar surpresas, a manutenção do carro tem que estar em dia.

Mas há alguns fatores que comprometem a eficiência do ar condicionado do seu carro e você precisa estar atento a isso.

A sujeira no condensador, por exemplo, é algo que você pode evitar para que o fluxo de ar não seja prejudicado pela poeira e outros elementos que se acumulam na entrada.

Umidade dentro do carro também é algo prejudicial, pois o sistema terá que trabalhar mais para alcançar a temperatura correta.

Trocar as borrachas que vedam o gás refrigerado também é uma forma de evitar problemas, pois isso garante que não terá vazamentos.

Para ter um sistema de ar condicionado automotivo sempre em bom estado, visite uma oficina mecânica regularmente.