Muitos motoristas negligenciam as manutenção da suspensão em seus automóveis por não entenderem a importância que esse sistema tem para o bom funcionamento do carro

É a suspensão que mantém as quatro rodas no chão, sendo responsável por dar a estabilidade que o veículo precisa para andar sobre o solo.

Você sabia disso? Sua importância é tanta que muitos defeitos de estabilidade ou barulho excessivo no carro podem estar relacionados aos componentes da suspensão.

Saber quais são esses itens e sua função vai te ajudar a cuidar melhor do seu automóvel e a procurar uma oficina para fazer as avaliações necessárias.

Quais peças fazem parte da suspensão automotiva?

O sistema de suspensão automotivo é formado por: barra estabilizadora, pivô de suspensão, amortecedores e molas.

As barras estabilizadoras têm como função fazer a ligação entre uma coluna e outra do carro. Como o nome diz, ela promove a estabilidade do veículo e a mantém nas altas velocidades.

Já os pivôs de suspensão servem para auxiliar a coluna de suspensão, mantendo o carro estável durante os movimentos de sobe e desce e as oscilações.

Os amortecedores também fazem parte deste sistema sendo, inclusive, o principal componente deste conjunto. Ele trabalha juntamente com as molas para amenizar as irregularidades do solo.

As molas, por sua vez, servem para manter o carro estabilizado. Isso acontece por elas serem maleáveis e assim absorvem todos os impactos, se contraindo ou se distendendo de acordo com a superfície que o solo apresenta.

Por que você precisa saber disso? Para não deixar de fazer a manutenção de todos as peças desse sistema, garantindo assim que o seu carro mantenha todo o desempenho que você precisa.

Conhecer este sistema é importante para que você não deixe de investir na manutenção da suspensão do veículo, item indispensável e que deve sim ser acompanhado periodicamente por um mecânico.

Por que você deve fazer a manutenção preventiva?

Conforme o uso, as peças vão se desgastando e, se não forem trocadas, poderão gerar defeitos no seu carro.

Para evitar que o veículo perca sua eficiência e comece a falhar, é importante que você faça manutenções periódicas.

Não deixe de levar seu veículo para revisão a cada seis meses, só assim você evitará de ter surpresas desagradáveis com problemas graves que impedirão o seu carro de circular.

O sistema de suspensão deve ser avaliado sempre e a cada 10 mil km rodados é bom levar o carro para passar pelo alinhamento e verificar se o sistema não está sobrecarregado.